Suros - ATEC Sapphire®

Sistema de aspiração por vácuo para biopsia da mama (BAV) compatível com agulhas ATEC® e EVIVA™.
O sistema de Biopsia ATEC Sapphire® da SUROS está desenhado para trabalhar de forma mais rápida e precisa no intervencionismo mamário, guiado por Ressonância Magnética, eco dirigido e por Estereotaxia.

Com o sistema ATEC Sapphire® as biopsias são realizadas de forma extraordinariamente simples.

A consola ATEC® da SUROS, é o único dispositivo do mercado que mantem uma pressão negativa (sucção) permanente durante o processo de extracção de vários cilindros. Ao não descontrair a abóbada da cavidade próxima à lesão, permite que a agulha seja capaz de extrair tecido desde uma distância muito maior. Além disso, a transferência da amostra para o exterior é realizada por meio de sucção (vácuo contínuo) mas também pela impulsão de soro salino até ao recipiente de colheita. Por essa razão, as amostras com as agulhas ATEC® ou EVIVA® são extraídas sem alterações na sua estrutura e mantendo as mesmas características antes de serem cortadas.

A consola incorpora um pedal de acção, a partir do qual o radiologista activa o corte do tecido. O cabo do pedal tem um comprimento de 6m, o que permite ser colocado mais perto da zona de biopsia, sem necessitar de ter a consola dentro da área de trabalho, ideal para os casos de biopsia por RM.

A sua fácil mobilidade, devido às rodas incorporadas, faz com que o seu transporte até à sala onde seja necessária, seja cómodo.

Funções de trabalho:

Biopsia

É activada automaticamente pela consola SUROS, após a verificação do sistema e conexões com a agulha.
Durante esta função, a câmara da agulha permanece fechada para a introduzir e extrair do interior da mama, evitando, assim, danos cutâneos. Será neste modo e pressionando o pedal de acção que o radiologista trabalhará para a recolha de amostras de biopsia.
Cada ciclo de biopsia tem uma duração de 4,7 segundos, durante os quais, o sistema, de forma automática, administra anestesia na zona de biopsia, faz o corte de tecido e introduz soro salino, que favorece a recolha das amostras e, por outro lado, ajuda à diminuição do hematoma.

Lavagem

Neste modo a consola Suros mantem aberta a válvula de administração de soro e a câmara da agulha, permitindo a passagem do soro desde o exterior até à cavidade e desde esta, graças à pressão contínua, para o recipiente de colheita.
Este modo é importante para assegurar que todas as biopsias foram recepcionadas no filtro de amostras, sem que nenhuma fique colada no interior da agulha ou que, devido a um coágulo interno, possa ser produzido um tamponamento e dê lugar à perda de tecido.

Aspiração manual

Este modo permite, ao pisar o pedal, activar só o vácuo (sem soro), para a aspiração do sangramento gerado na cavidade, após a biopsia.
O uso deste modo favorece que, nos casos de sangramento abundante, possa ser extraído, diminuindo o hematoma e deixando a cavidade mais limpa e preparada para a colocação do marcador.