Primeiro grande estudo de testes comparando Mamografia Digital (2D) com Mamografia Digital + Tomossíntese (2D+3D)

No estudo (peer reviewed) foram avaliados, numa amostra de mais de 12.000 pacientes, os parâmetros de : Taxa de deteção, Taxa de Rechamada, Falsos Positivos e Valor Preditivo Positivo.

Os resultados obtidos são muito positivos e ultrapassam amplamente a expectativa, pois:

  • Foram detetados mais 40% de cancros da mama invasivos.
  • Foram detetados mais 27% de cancros invasivos e in-situ.
  • Os falsos positivos foram reduzido em 15 %.

Embora sejam muito poucas as tecnologias que o conseguem, o estudo confirma que a inclusão da Tomossíntese (3D) num teste de crivado, melhorou a deteção de cancros e ao mesmo tempo diminuiu, de forma significativa, os falsos positivos

Cada vez é mais evidente que a Tomossíntese alterou a forma de entendimento da mamografia.

Scientific Publications Comparison January 2013

QA Document Oslo Tomosynthesis Screening Trial Final

Comparison of Digital Mammography Alone and Digital Mammography Plus Tomosynthesis in a Population-based Screening Program